Google+
spinner Carregando...

Recuperação de Desastres - Microsoft Azure

A sua empresa deve estar preparada para acontecimentos inesperados externos que podem atentar contra a segurança da plataforma tecnológica e as informações críticas. Um plano de recuperação de desastres é um processo que envolve dados, hardware e software críticos para que um negócio possa começar a operar de novo caso ocorra um desastre natural ou causado por humanos.

Um processo de recuperação de desastres requer muitos fatores a se tomar cuidado, custo-benefício, dispersão de datacenter e tempo/qualidade de restauração são pontos no qual o ciclo de recuperação de desastres deve se conscientizar.

Esses fatores não são fáceis de se resolver, uma vez que é necessário ter pontos de restauração espalhados em lugares estratégicos caso um desastre ocorra e seu sistema fique fora do ar, tal como ocorre numa simples queda de energia. Um desastre pode ocorrer tanto em um bairro quanto em um estado inteiro, e uma empresa que preza lucro contínuo com um sistema operante 24 horas não pode correr o risco de ter seus sistemas principais fora do ar, muito menos se arriscar a perder dados ou até mesmo ter o sistema principal corrompido, no fim este acaba sendo o principal desastre. Avaliabilidade, dimensão, tolerância de falhas, são vários os tipos de sistemas que podem ser inseridos na necessidade de recuperação de desastres.

Faça uma Cotação

Outros dois pontos importantes ressaltar em um plano de recuperação de desastres é o tempo de recuperação do objetivo (sigla original RTO - Recovery Time Objective) e o ponto de recuperação do objetivo (sigla original POR - Recovery Point Objective).

O estudo do tempo de recuperação do objetivo é crucial, pois retrata quanto tempo levará para seu sistema retomar a ativa, quanto menos tempo isso durar, menos perdas a empresa terá, onde aplicações de grande importância requerem um baixíssimo RTO.

Já o estudo do ponto de recuperação define a importância que a empresa dá aos dados atualizados, pois este define pontos de backup e o quanto de dados a empresa irá perder, então se o um ponto de restauração é definido a cada uma hora, caso tenha uma queda de energia faltando 1 minuto para o próximo backup, a perda de dados será equivalente a 59 minutos mais o tempo de RTO.

Recuperação de desastres com Microsoft Azure

Ao destacar os diversos pontos para uma boa estratégia de recuperação de desastres, voltamos ao ponto em que é necessário diversos fatores para que se tenha segurança sobre eventuais desastres que possam acontecer contra uma empresa. Pensando neste ponto, o Microsoft Azure tráz com praticidade, a competência de recuperação de desastres sem a necessidade de outras infraestruturas.

O serviço de recuperação de desastres oferecido pelo Azure garante proteção e unificação de dados de gerenciamento, dispersão geográfica em todo o mundo, segurança de seus principais sistemas que necessitam estar sempre online e com um tipo de arquitetura para cada necessidade. Outra vantagem também é poder testar seu plano de continuidade sempre que precisar, além de poder testar novas versões de aplicativos com cópias de dados recentes, tornando possível ativar a nova versão em seu datacenter perfeitamente.

Vantagens de negócio:

  • Custo escalável: se precisar de mais serviço durante um tempo determinado, você só faz um pagamento adicional correspondente ao seu requerimento.
  • Flexibilidade total: capitais e custos operacionais são substituídos por um modelo de pagamento por consumo.

Vantagens tecnológicas:

  • Planos de recuperação customizáveis: você é quem decide como e quais são as prioridades da recuperação, com somente alguns cliques.
  • Recuperação organizada: você pode gerenciar como e quando, dependendo de sua conveniência, a operação será executada.
  • Proteção e replicação automatizadas de máquinas virtuais: O ambiente pode ser protegido mediante automação da replicação das máquinas virtuais.
  • Site Recovery pode proteger servidores físicos, VMware e Hyper-V e tanto Azure como seu centro de dados secundário podem ser usados como centro de recuperação.
  • Configuração a single-clique: é fornecido um marco personalizável para a implantação automática do sequenciamento de recuperação.
  • Acompanhamento de estado remoto: Você também conseguirá um monitoramento proativo e contínuo e alarmes de problemas antes que seu negócio seja abalado.
  • Você cumpre com os requerimentos da auditoria usando as nossas competências para realizar relatórios robustos.

Ainda tem dúvidas sobre como o Azure pode ajudar em sua estratégia de recuperação de desastres? Entre em contato conosco!