Google+
spinner Carregando...

MAPData e Westcon transferem processos da Raymond Bartlett Snow para a nuvem

Equipes de engenharia adotam soluções Microsoft Azure e Autodesk Vault para gestão de documentos online entre equipes localizadas em três países

Emblema

A revenda MAPData uniu-se a Westcon, para colocar na nuvem a gestão de documentos da Raymond Bartlett Snow - unidade do Grupo Arvos líder no design, fabricação e construção de equipamentos de redução de tamanho, classificação e processamento.

A divisão mantém equipes de engenharia em seus escritórios no Brasil, Estados Unidos e Índia. Felipe Henrique Giacomazzi, líder global de engenharia na Arvos, conta que ora um desses times está muito ocupado na planta local, ora em um dos outros países. Com isso, o ideal seria instituir uma divisão de trabalho para ajuda mútua entre os times e consequente otimização de recursos. No entanto, a falta de uma ferramenta para compartilhamento dos projetos impactava a produtividade. "Nossos projetos são todos feitos em Autodesk, em 3D, não era simples compartilhá-los em uma rede convencional Windows. Pela VPN, a conexão era muito lenta e a gestão de documento complicada".

Além disso, a empresa precisava adquirir e gerenciar toda a infraestrutura de TI em cada um dos sites, juntamente com os respectivos profissionais técnicos. No começo de 2016, porém, a equipe de Giacomazzi começou a usar o Autodesk Vault, um sistema que ajuda os projetistas e os engenheiros a organizar os dados do projeto, a gerenciar a documentação e a controlar revisões e outros processos de desenvolvimento, incluindo também alguns arquivos do Microsoft Office. "Como ainda era uma solução local, no servidor, propus uma solução global, capaz de visualizar o mesmo arquivo em todos os escritórios, com controle de versão. Comecei a pesquisar junto à MAPData como implantar um sistema em nuvem, e a ideia chamou a atenção dos investidores internacionais, que autorizaram o projeto".

No projeto aprovado, a MAPData sugeriu o Microsoft Azure - uma coleção de serviços de nuvem integrados para criação, implantação e gerenciamento de aplicativos - como máquina virtual, para que todos os projetistas usassem o mesmo servidor e conseguissem trabalhar juntos. Lucas Silva, coordenador de negócios na revenda, explica que "assim, o cliente obteve todos os benefícios de um serviço de nuvem, ao ligar os sites via VPN, com toda a segurança e resiliência da nuvem". Thiago Lopes, gerente de serviços da Westcon, acrescenta que "a MAPData recebeu a máquina virtual montada pela Westcon, que cuidou da interligação dos sites via VPN no Azure, e então implantou e configurou o Autodesk Vault em todas as plantas".

Retorno
Felipe Henrique Giacomazzi destaca que o grande desafio da implantação, concluída nos últimos meses de 2016, foi interno, e relacionado ao processo de criar e configurar a VPN entre os sites da Arvos, para fazer a conexão entre a máquina virtual e as plantas dos três países. Uma vez implementado o projeto, foi fácil medir o retorno, segundo ele. "Deixamos de contratar pessoas com o melhor uso dos recursos globais. Já tivemos projetos vendidos e fabricados nos Estados Unidos, mas elaborados pelo time no Brasil, algo que nunca havia sido feito. Agora, contamos com um relatório mensal em que as três unidades consolidam as informações com a previsão de horas já alocadas, o que permite um planejamento muito mais eficaz", detalha.

Além disso, há um ganho estratégico com a correta gestão da informação. "Para nós, a gestão da informação é crucial, pois teremos um grande prejuízo se projetarmos uma peça errada", explica Giacomazzi. Responsável pela Raymond Bartlett Snow, ele diz que outras divisões da Arvos também estão sendo apresentadas à solução de gestão em nuvem.